Filho de Gugu Liberato apresentador? João Augusto faz planos na TV: ‘No futuro vou querer’

Escrito por em 20/11/2020

Filho de Gugu Liberato, João Augusto declarou ter planos de seguir os passos do pai na carreira de comunicador. “No futuro, eu vou querer sim ser uma pessoa da mídia, talvez algo relacionado à TV”, disse o jovem de 19 anos, durante lançamento de #GuguVive, campanha de incentivo à doação de órgãos. No próximo sábado (21) completa 1 ano da morte do apresentador.

Nos anos de carreira de Gugu Liberato, João Augusto diz ter acompanhado e aprendido muito com o apresentador. “Ele era um comunicador. Não vou dizer perfeito, porque ninguém é perfeito, mas era muito bom. Ele sabia o que falar”, explicou à imprensa.

Filho de Gugu Liberato cogita morar no Brasil

Quando mais novo, ele tinha um canal no Youtube, chamado Chef do Futuro. O rapaz passava receitas culinárias. “Meu pai me apoiava, gostava de me ver gravando. Era como se ele fosse o diretor, sabe? Ele gostava demais, era sensacional”, recordou. Morando nos Estados Unidos, João Augusto cursa comunicação e administração de empresas. Ele, namorando uma jovem americana, Gracie, cogita morar no Brasil quando terminar a faculdade, daqui a três anos e meio.

Filhas de Gugu Liberato homenageiam o pai: ‘Alegre lá em cima’

As filhas de Gugu Liberato, Maria e Sofia homenagearam o pai próximo de completar um ano de sua morte. “A gente quis fazer parte dessa campanha. Todo dia que eu pinto na minha escola, lembro do meu pai”, revelou Sofia. “Eu acho que meu pai está muito alegre lá em cima sabendo que estamos fazendo parte dessa campanha, que é o que ele sempre quis: doar órgãos. Tenho quadros, porta-retratos do meu pai em casa e toda noite, antes de dormir, dou um beijinho”, completou Marina.

Mãe de Gugu fala de doação de órgãos. Acompanhe!

Maria do Céu, mãe de Gugu, analisou a possibilidade de poder abraçar a pessoa que recebeu o coração de seu filho. “Acho que vendo essa pessoa, estaria vendo o meu filho. Vou fazer tudo para achar essa pessoa. Só isso que eu quero falar, não quero falar mais nada. Quando pediram para doar os órgãos, eu não queria. Eu achava que a pessoa ia ficar deformada. Depois aceitei. Então, eu estava triste e agora estou triste por não ter aceitado porque era o que ele queria, eu não podia deixar de doar. Ele deve estar muito feliz lá onde ele estiver”, opinou dona Maria do Céu.

Fonte: MSN Entretenimento


Opiniões dos leitores

Deixar um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.Campos obrigatórios marcados com *



[Não há estações de rádio no banco de dados]